Quando se trata de administração e produtividade existem algumas técnicas que funcionam como um grande coringa. Elas se mantém através do tempo servindo para diversas áreas e se mantendo leais ao que prometem: otimização do tempo e aumento da produtividade. O Kanban é uma dessas técnicas, que quase 6 décadas após sua elaboração ainda é uma referência na área.

O que é Kanban?

O método Kanban foi desenvolvido na década de 60 pela gigante Toyota como um dos pilares da metodologia Just In Time e é basicamente um sistema de gestão visual que pode ser adaptado para qualquer modelo de negócio, estoques, projetos ou até mesmo para pôr em ordem pendências pessoais. A técnica, criada para ser simples, utiliza unicamente post-its e um mural.  

Como funciona o método?

O mural deve ficar em um local de fácil acesso e visualização (sistema de gestão visual lembra? Essa parte é importante) e deve ser dividido em linhas (com o nome de cada colaborador) e três colunas (a fazer, fazendo e feito respectivamente). A cada nova tarefa se acrescenta um post it com o que deve ser feito na primeira seção e conforme a atividade avançar ele deve ser movido para as seções posteriores. Não tem segredo nenhum, é rápido e prático.

Essa praticidade na visualização das demandas facilita a comunicação e organização de modo com que nada seja deixado de lado e todas as tarefas sejam finalizadas. 

Modernização:

Embora a técnica tradicional funcione perfeitamente bem para alguns modelos de empresa a existência de um mural físico pode não ser tão prática, seja por conta de colaboradores que trabalham remotamente ou por ter um grande número de funcionários, nesses casos pode-se contar com as ferramentas online conhecidas como E-Kanban. 

De fácil execução e rápida assimilação o Kanban é o queridinho da administração exatamente pela sua simplicidade. E você, acha que o método se encaixa em seu negócio? Não custa nada testar!

Publicar Comentário